quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Sonho distante

Além do que seus olhos podem ver
além da neblina
e da tristeza que se alimenta da alma de muitos
em meio aquela destruição
aquela doce menina  entristecida chorava 
pensando no que poderia lhe acontecer nos dias seguintes 
vozes ela ouviu 
naquele instante a esperança lhe arrancou um sorriso
ao fechar os olhos algo sublime acontecia 
ela poderia abrir a porta de um mundo que seria somente dela
um lugar distante onde as folhas caiam de arvores levadas pelo som do vento 
borboletas azuis livres voavam libertando-se de seus velhos casulos 
o jardim parecia imenso 
por dias ela poderia se perder ali sem que ninguém notasse sua falta
haviam flores de todos os tipos, tamanhos e cheiros 
o céu era repleto de nuvens 
o arco-iris cheio de cores rasgava o céu 
quando anoitecia as estrelas dominavam o céu com seu espetáculo de luzes
tudo era mágico, tudo parecia real
mas tudo acabava quando por fim ela acordava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário